DONATE

Performance como método de pesquisa

Convocantes: Pablo Assumpção Costa & Christine Greiner

Este grupo de trabalho objetiva (1) avançar na discussão teórica sobre performance como episteme, ou seja a idéia de performance como conhecimento corporal constituindo um sistema específico de linguagem e razão; e (2) criar um espaço para experimentação artística tomada como método de investigação teórica. O entendimento da performance como epistemologia – como “forma de conhecimento” – nos força a questionar a própria natureza do conhecimento e da pesquisa, e sugere a prática artística e a criatividade como operadores centrais no que chamamos atividade teórica.  Usaremos discussões vindas da teoria da performance, filosofia e ciência contemporânea, e cada participante deverá trabalhar em cima de um projeto específico, que poderá ser uma performance, um vídeo, uma peça sonora, um ensaio, ou qualquer combinação entre os termos acima.

Biografias

Pablo Assumpção Costa é artista de performance/vídeo, dramaturgo, e atualmente finaliza doutorado em Estudos da Performance na Universidade de Nova York. Pablo também é professor e pesquisador do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará, em Fortaleza (ICA/UFC). Seus interesses acadêmicos incluem etnografia experimental, performance e erotismo e a política sensorial do corpo no Brasil.

Christine Greiner é professora no Departamento de Linguagens do Corpo, Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicacão e Semiótica e no Curso de Graduação em Comunicação e Artes do Corpo da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Brasil. É autora dos livros “Butô, pensamento em evolução” (Escrituras, 1998), “Teatro Nô e o Ocidente” (Annablume, 2000), “O Corpo, pistas para estudos indisciplinares” (Annablume, 2005), “O Corpo em Crise” (Annablume, 2010) e diversos artigos.

Participantes

Juliana Borrero
Naira Ciotti
Andrea Paula dos Santos
Roberson Nunes
Gina Ulysee
Christiane Martins
Sandra Gabriela Numpaque
Jussara Sobreira Setenta
Oriana Duarte
Carly Kragthorpe