Performances Festivas: Encenando a Identidade, a Política e a Utopia nas Américas

Convocante: Zeca Ligiéro
Criado por: Paolo Vignolo, Angela Marina Segura, and Rachel Bowditch

Como locais utópicos e distópicos, os festivais se convertem em poderosos veículos que afirmam e reforçam a identidade e forjam novas realidades sociais. Eles são sistemas temporalmente integrados, adaptativos, repetitivos, performáticos, enquanto que separados do mundo cotidiano. Portanto, pondo em debate diversas áreas e locais de prática, esperamos desvendar as contradições, paralelismos e paradigmas emergentes para assim suscitar novas possibilidades de colaboração no contexto do discurso transdisciplinar do fenômeno do festival.

Biografia

Zeca Ligiéro is Professor Associado da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro e coordenador, desde 1998, do Núcleo de Estudos das Performances Afro-Ameríndias–NEPAA. É autor de Corpo a corpo: estudos das performance brasileiras, 2011, Performance Afro-Ameríndia, 2007; Carmen Miranda: uma performance afro-brasileira, 2006; and Malandro divino: a vida e a lenda de Zé Pelintra, 2004, among other books.

Participantes

Rigoberto Abello
Marcos Alexandre
Camila Aschner Restrepo
Rose Cano
T.L. Cowan
Anne Ebert
Luciana Hartmann
Geraldine Lamadrid
Jasmine Rault
Isel Rodríguez
Aressa Silveira Rios
Laissa M Rodriguez

back to top