DONATE

A performance e a geografia da produção do conhecimento

Coordenadoras: Charlotte Canning, Jill Lane e Patricia Ybarra

Coordenadoras: Charlotte Canning, Jill Lane e Patricia Ybarra Este grupo pesquisará os desafios historiográficos de se escrever sobre a performance em relação aos circuitos de intercâmbio econômicos, legados coloniais e extração capitalista. Apesar de estarmos mais preocupados com a performance nas Américas, esperamos complicar a geografia da produção cultural e da produção do conhecimento ao traçar complexos legados do movimento entre diversos períodos e locais no mundo. Esperamos trabalhar intensamente com textos acadêmicos e pesquisa criativa com um pequeno grupo de participantes dedicados a estas questões.

Biographies

Charlotte Canning é professora Frank C. Erwin, Jr. de Drama na Faculdade de Teatro e Dança da University of Texas, em Austin, onde ela dirige os programas de mestrado e de doutorado em Performance como Prática Pública. Ela trabalha atualmente como editora sênior do Theatre Research International.

Jill Lane é professora adjunta de Espanhol e Português da New York University. É autora de Blackface Cuba, 1840-1898 (University of Pennsylvania Press, 2005), coeditora de The Ends of Performance (New York University Press, 1998) com Peggy Phelan e da e-misférica, a publicação online do Instituto Hemisférico, com revisão por pares.

Patricia Ybarra interessa-se pela pesquisa da historiografia teatral, do teatro e performance mexicana, do teatro e performance latina, do teatro de vanguarda e dos estudos raciais críticos, e também pela dramaturgia e direção. O projeto do seu segundo livro é sobre o teatro latino sob o neoliberalismo.

Participantes

Brian Goldfarb
Colleen Kim Daniher
Daniel Ruppel
E.J. Westlake
Heather McLean
Ines Karin Linke Ferreira
Judith Viviana Faifman
May Farnsworth
Nandita Dinesh
Patricia Ybarra
Paul Bonin-Rodriguez
Selena Couture