DONATE

Transgressão: travessias corporais, fronteiras mediadas

Coordenadores: Krista Geneviève Lynes, Rébecca Lavoie e Ian Alan Paul

Como poderia a mídia figurar a ação encorporada, atenta às complexas interseções de raça, gênero, sexualidade e classe, e também às suas forças diferenciais de fazer com que certos corpos apareçam na vida pública e que outros simplesmente desapareçam? Este grupo examina como a prática da mídia feminista e queer influencia intervenções socialmente engajadas no cenário político. O termo transgressão sinaliza as modalidades de desafio (à força da lei, ao exercício do poder e da dominação, à exploração e à precariedade) e ressalta os processos de escape e de captura representados nas densas ecologias da vida, num presente globalizado.

Biografias

Krista Geneviève Lynes é Catedrática de Pesquisa do Canadá em Estudos da Mídia Feminista, professora de Comunicação e diretora do Estúdio de Mídia Feminista da Concordia University. Seu livro, Prismatic Media, Transnational Circuits: Feminism in a Globalized Present, examina como a experimentação estética pode visualizar lutas políticas situadas.

Rébecca Lavoie está cursando um Ph.D. em Humanidades na Concordia University (Montreal) em Estudos Interdisciplinares na Sociedade e na Cultura. Com uma formação em Pensamento Político e Estudos da Performance, tem interesse em questões relativas à representação na cultura visual; mais especificamente, no cinema e na vídeo-arte feminista/queer.

Ian Alan Paul é um artista/teórico que vive atualmente entre San Francisco e Barcelona. Sua prática situa-se na interseção entre os estudos do afeto, os novos materialismos e as teorias feministas da precariedade. Está concluindo seu Ph.D. em Cinema e Mídia Digital na UC Santa Cruz. Seu trabalho está acessível online, no site www.ianalanpaul.com.

Participantes

Darlene Emily Hicks
Isabel Gil Everaert
Rébecca Lavoie
Tyler Morgenstern