DONATE

A incapacidade e a performance

Coordenadoras: Arseli Dokumaci, Danielle Peers, Faye Ginsburg, Kim Sawchuk, and Lindsay Eales

O que acontece quando a performance e a incapacidade travam um diálogo? Neste teach-in, usaremos a discussão e o movimento para explorar as formas em que a performance, como metodologia, prática e forma criativa, crítica e encorporada de conhecimento situado, pode ser usada para questionar as operações do ‘capacitismo’. Ao mesmo tempo, exploraremos como a incapacidade pode ser entendida também como uma série de práticas e como formas encorporadas críticas e criativas de conhecimento situado, que podem ser usados para questionar a performance em suas expressões mais espetaculares e mundanas.

Biografias

Arseli Dokumacı tem um Ph.D. em Estudos da Performance da Aberystwyth University e é pesquisadora na Mobile Media Lab da Concordia University, a nível de pós-doutorado. Sua pesquisa, publicada em Disability in Judaism, Christianity and Islam (2011) e Performance Research Journal (2013), explora as performances cotidianas, a deficiência e a saúde.

Danielle Peers desenvolve uma pesquisa genealógica e autoetnográfica com a redação acadêmica, a performance, a dança e o cinema. Sua tese doutoral, Spectacular Tolerance, acompanha a inspiracionalização da deficiência no Canadá. Membro fundador do coletivo de performance CRIPSiE, foi atleta paraolímpica, é bolsista Trudeau e está cursando um PhD.

Faye Ginsburg é diretora do Centro de Mídia, Cultura e História da NYU, professora Kriser de Antropologia e codiretora do Conselho para o Estudo da Incapacidade. Uma autora vencedora de diversos prêmios, tem várias publicações sobre ativistas culturais e trabalha há 25 anos com criadores da mídia indígena como acadêmica, curadora e defensora.

Kim Sawchuk é professora e chefe de pesquisa em Estudos da Mídia Móvel da Concordia University e cofundadora do studioXX. Tem interesse no potencial criativo e político da nova mídia e é conhecida pelos seus diversos artigos sobre os métodos como prática criativa, suas performances pedagógicas e seu compromisso para com os estudantes.

Lindsay Eales é mestranda na Faculdade de Educação Física e Recreação da University of Alberta. Ela estuda, coreografa e apresenta a dança integrada com pessoas de todos os níveis de habilidades e deficiências. Como diretora artística da iDANCE Edmonton Integrated Dance, ela cria comunidades de movimentos vibrantes que valorizam a diversidade e re-imaginam a (in)capacidade.

Background Information
  • Lugar de apresentação: Concordia University, John Molson School of Business
  • Data: 26 junho 2014