DONATE

Performance e indigeneidade

Coordenadoras: Helen Gilbert, Julieta Paredes, Muriel Miguel, Petrona de la Cruz, Skawennati, Amalia Córdova

Uma discussão aprofundada sobre a performance indígena, com um enfoque em artistas e ativistas do México, Canadá, Brasil e Bolívia.

Biografias

Helen Gilbert é professora de Teatro na Royal Holloway, University of London, onde ela atualmente coordena um projeto transnacional e interdisciplinar sobre indigeneidade e performance no mundo contemporâneo. Seus livros incluem Performance and Cosmopolitics (2007), Sightlines: Race, Gender and Nation in Contemporary Australian Theatre (1998) e Postcolonial Drama: Theory, Practice, Politics (1996).

Julieta Paredes Carvajal (Bolívia) é uma feminista comunitária aymara lésbica. É membro fundador do Mujeres Creando, Mujeres Creando Comunidad e a Assembleia de Feminismo Comunitário. É escritora, cantora e poeta antipatriarcal.

Muriel Miguel é diretora, coreógrafa, dramaturga, atriz e educadora. Ela tem dirigido quase todos os espetáculos do Spiderwoman Theater desde a sua estreia em 1976 até o presente, período no qual o coletivo escreveu e produziu mais de vinte obras de teatro originais. É pioneira no desenvolvimento da metodologia baseada na cultura para o treinamento de estudantes de teatro indígenas. Também é instrutora de Performance Indígena no programa em tempo integral do Centre for Indigenous Theatre (CIT), em Toronto.

Petrona de la Cruz Cruz é uma das fundadoras do grupo FOMMA (Fortaleza de la Mujer Maya), uma organização feminina sem fins lucrativos em San Cristóbal de las Casas, Chiapas, México. Ela nasceu em Zinacantán, em uma comunidade Tzotzil, no estado de Chiapas. Ela recebeu o prestigiado prêmio literário Rosario Castellanos pela sua peça “A Desperate Woman”, que foi publicada em Holy Terrors: Latin American Women Perform (Duke University Press, 2003). As suas peças já foram produzidas no México, na América Latina, na Austrália, nos Estados Unidos e no Canadá.

Skawennati é uma artista cuja obra aborda a história, o futuro e a mudança. Domiciliada em Montreal, codirige a Aboriginal Territories in Cyberspace, uma rede de pesquisa que promove espaços virtuais indígenas, e suas oficinas de contação de estórias Skins. É membro do conselho da Galerie Oboro, um centro gerido por artistas. skawennati.com.

Background Information
  • Lugar de apresentação: Concordia University, John Molson School of Business
  • Data: 23 junho 2014