DONATE

Você está aqui:Coleções Especiais»HIDVL Perfis de artistas»Malayerba»Malayerba: Trabalhos»Pluma y la tempestad (1995)
Pluma y la tempestad (1995) Photo/Foto: HIDVL

Pluma y la tempestad (1995)

"Pluma y la tempestad" (Pena e a tempestade) conta a história de um jovem ou de uma jovem, nascido/a num mundo hostil, crescendo nas ruas como um barco a deriva, "como uma pena na tempestade", arremessada e virada pelos sopros da vida sempre em mutação. É a história de uma pessoa marginalizada, exposta a todos tipos de perigo, coagida a vender-se, a comprometer-se, a resignar-se, mas ainda -- contra todos os males -- escolhe sua auto-afirmação e o desenvolvimento de sua própria personalidade, lutando para sobreviver e continuar, reclicando os escombros deixados pela tempestade. "Pluma" coloca uma crítica sobre as instituições políticas, religiosas e pedagógicas da sociedade. Uma estranha parábola sobre a qual ela implica o ser diferente, o ser não compreendido, marginalizado pela sociedade, Pluma é também um hermafrodita espiritual, uma metáfora do idealista, um sujeito cheio de esperança mas incapaz de ter sucesso, de expressar-se, de pertencer, de ser um indivíduo bem-vindo na sociedade. Este vídeo documenta trechos-chave desta renomada produção do Malayerba.

Video