DONATE

Você está aqui:Coleções Especiais»HIDVL Perfis de artistas»Mujeres Creando
Mujeres Creando

Mujeres Creando

Mujeres Creando

O Mujeres Creando é um movimento feminista anarquista criado em 1990 em La Paz, Bolívia. É composto de mulheres de diversas origens culturais, sociais e étnicas e explora a criatividade como um instrumento de resistência e participação social. As três mulheres que fundaram esta proposta comunitária (Maria Galindo, Julieta Paredes e Monica Mendoza) trabalharam juntas para retomar o espaço público do qual o sistema patriarcal se apropriou. Para tanto, o grupo não somente luta pelos direitos das mulheres ou por questões que afetam as mulheres, mas também contra outros problemas que afetam a sociedade. As formas de expressão do Mujeres Creando são a grafite, a criatividade, constantes debates públicos e acciones, além de uma contínua presença nas ruas, para reivindicar uma voz e participação na esfera pública. Desde o início, o grupo tem participado de encontros internacionais, dialogando com diversas tendências feministas, podendo assim construir a sua identidade ideológica dentro do feminismo autônomo, em contraste e em relação a disputas globais.

Em abril de 2001, por causa de desavenças éticas e políticas, houve uma divisão no grupo, o que gerou a necessidade de diferenciar os nomes. Este foi o início de um outro grupo, Mujeres Creando Comunidad. Apesar dessa divergência, Maria Galindo continua trabalhando com o Mujeres Creando na Bolívia.

 www.mujerescreando.org | Contate o Artista

Sobre os direitos autorais: Os materiais da Biblioteca de Vídeo Digital do Instituto Hemisférico são protegidos por direitos autorais. Eles não podem ser copiados, baixados ou reproduzidos de nenhuma maneira. Os detentores dos direitos sobre esses materiais cederam às Bibliotecas da NYU o direito não-exclusivo de incluir esse material na Biblioteca de Vídeo Digital do Instituto Hemisférico e de disponibilizá-lo para o público para fins educacionais e de pesquisa. Pedidos de compra ou uso dos trabalhos devem ser dirigidos aos proprietários dos direitos autorais.